segunda-feira, junho 13, 2011

A internet banda larga no Brasil é ruim e cara




Em setembro, a KDDI (empresa japonesa) de comunicação anunciou que disponibilizará internet de 1 gigabyte no Japão, para usuários domésticos, que utilizará comunicação via fibra óptica. Sabe quanto custa? De 5.985 ienes, o equivalente a 100 reais.

De acordo com uma matéria do Estado de São Paulo, uma consultoria comparou o preço da internet da internet banda larga via ADSL no Brasil com o de outros países e viu o seguinte resultado:

Velocidade mínima oferecida
País                              Velocidade mínima oferecida       Preço convertido em US$
Brasil                                          128kbps                                               US$ 30
Chile                                           300kbps                                               US$ 34, 71
Argentina                                    512kbps                                               US$ 27,05
Rússia                                         1 mega                                                 US$ 14,64
República Tcheca                        2 megas                                                US$ 17,68




Velocidade máxima oferecida no varejo
País                                Velocidade  máxima oferecida    Preço convertido em US$
Brasil                                            20 megas                                           US$ 300
Chile                                             6 megas                                             US$ 59, 70
Argentina                                      8 megas                                             US$ 46, 80
Rússia                                           6 megas                                             US$ 38
República Tcheca                          8 megas                                             US$ 53
Japão                                           1024 megas                                        US$ 56





Muito se fala de “inclusão digital” no Brasil, e muito foi feito até, reduzindo impostos de computadores de até 4 mil reais. Mas, ter um computador, e não ter dinheiro pra acessar internet, ou ter que esperar até meia noite, pra poder usar uma conexão discada (como era no começo da década) não adianta muita coisa, adianta?




   Internet 3G, no celular, banda larga, não importa. No fim das contas você compra o que tem de pior no mundo por um preço muito alto. O presidente da Telebras tentou lutar contra essas multinacionais para conseguir uma internet de qualidade e barata para a população, resultado? Ele foi demitido pelo governo atual e no lugar dele entrou um outro que apoia a política das empresas e não tem interesse em mudar a situação atual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui! Sua opinião é muito importante para que possamos fazer um trabalho cada vez melhor! Apenas use o bom senso e não deixe mensagens ofensivas!