domingo, abril 07, 2013

"O pai do Google" a história de Alan Emtage




Conheça o homem que inventou o sistema de busca, mas não patenteou a ideia.



Alan Emtage não se vê como o "pai dos buscadores", mas ele é. Em 1989, Emtage criou o primeiro sistema de buscas do mundo, semelhante ao Google ou Bing, mas não levou a ideia adiante.



A ferramenta foi desenvolvida para ajudar professores e alunos da Universidade de Ciência da Computação McGill, localizada em Montreal (Canadá), a encontrar softwares armazenados em diretórios de FTP.


Emtage trabalhava como administrador de sistemas da universidade e desenvolveu o buscador para facilitar a vida de seus colegas. No entanto, como a internet ainda era um embrião e não oferecia muitas oportunidades de negócios, o desenvolvedor não patenteou sua criação.

"Eu inventei um sistema que deu início a um negócio multibilionário", comentou Emtage em uma entrevista ao Huffington Post. "Foi uma criação simples que permitia aos próprios alunos encontrarem o que eles queriam."



Em poucos meses, várias pessoas na universidade e fora dela estavam usando o sistema, apelidado de Archie. Emtage percebeu, então, que mais pessoas tinham dificuldades em achar softwares nos diretórios de FTP. Mas, mesmo com o pequeno sucesso, ele não pensou em registrar sua invenção.

"Eu fui o primeiro a criar esta ferramenta simples, mas não pensei ganhar dinheiro com aquilo. Foi uma solução pontual para um problema", disse. "Muitas das técnicas desenvolvidas para o Archie são as mesmas usadas em outros buscadores atuais."



Atualmente, o criador do sistema de buscas trabalha na Mediapolis, empresa de engenharia web criada em 1995, e diz não se arrepender em não ter patenteado seu buscador. "Não mudaria a forma como as coisas aconteceram", finalizou.


Fonte: Olhar Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui! Sua opinião é muito importante para que possamos fazer um trabalho cada vez melhor! Apenas use o bom senso e não deixe mensagens ofensivas!