domingo, abril 20, 2014

Divergente o filme e a saga de livros





Trilogia Divergente



Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.

A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.

E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.




Título Nacional: Divergente

Ano de Lançamento: 10/09/2012

Número de Páginas: 504 páginas

Editora: Rocco

Tradutor: Lucas Peterson



Título Original: Divergent

Data de Lançamento: 03/05/2011

Número de Páginas: 496 páginas

Editora: Katherine Tegen Books

Sinopse: Beatrice Prior tem 16 anos e está prestes a enfrentar o momento mais importante de sua vida, a Cerimônia de Escolha, quando decidirá à qual das cinco facções em que a sociedade é dividida irá passar o resto de seus dias: Abnegação, Amizade, Audácia, Erudição ou Franqueza. A opção significa continuar com sua família ou abandoná-la para sempre, um dilema que todos os adolescentes têm de enfrentar. Quando o teste de aptidão aponta um resultado inesperado – Divergente –, Beatrice se vê forçada a encarar uma realidade para a qual talvez não esteja preparada. Mas Tris, o nome que ela assume quando se junta à Audácia, fará de tudo para sobreviver à sua nova e violenta facção. Primeiro livro da trilogia distópica criada pela escritora estreante Veronica Roth, Divergente sacudiu o mercado da ficção para jovens adultos. Traduzido para mais de 20 países e adquirido para adaptação no cinema pela Summit Entertainment, o livro manteve-se por meses na lista dos mais vendidos do New York Times.

 Na Chicago do futuro onde Beatrice nasceu e cresceu, as semelhanças com a metrópole americana dos dias de hoje se resumem à presença de alguns prédios icônicos em estado de abandono ou decadentes. Carros são raros, o Lago Michigan virou um grande pântano, e a maior parte da comida é congelada ou enlatada. Neste cenário desolador, decidiu-se décadas antes da jovem nascer que a culpa da guerra e de outras privações estava na personalidade humana. A população foi separada em facções, numa tentativa de erradicar os atributos responsáveis pela desordem no mundo.

 Assim, os que culpavam o egoísmo geraram a Abnegação, e os que acreditavam que a agressividade era a razão dos problemas formaram a Amizade. Aqueles que viam na covardia a origem de todos os males se juntaram à Audácia, enquanto os que repudiavam a ignorância se uniram à Erudição. Por fim, quem pensava na duplicidade como algo a ser exterminado formou a Franqueza. Cada grupo contribuiu com um setor diferente da sociedade: a Abnegação supriu a demanda por líderes altruístas no governo, a Amizade deu conselheiros e zeladores compreensivos, a Audácia protegeu a todos de ameaças externas e internas, a Erudição forneceu pesquisadores e professores inteligentes, e a Franqueza providenciou líderes confiáveis para o Judiciário. Mas, acima de tudo, em cada grupo, encontrou-se um propósito e uma justificativa para a própria existência.

 E é com a cabeça cheia de dúvidas que Beatrice descobre, durante seu teste de aptidão, que seus resultados são inconclusivos, pois apresenta inclinações para mais de uma facção, o que faz dela uma divergente. E no mundo da adolescente, ser divergente não é apenas anormal, é perigoso: em uma sociedade onde todos devem pertencer a um grupo, fugir ao padrão desperta o interesse dos líderes e pode representar uma ameaça ao status quo. Orientada a jamais revelar a verdade, Beatrice escolhe ser Audácia, o que choca sua família, mas vai de encontro a suas ansiedades, pois ela não se sente confortável na vida de devoção e supressão da individualidade da Abnegação, da qual fazem parte seus pais e na qual foi educada.

 Mas entrar para a Audácia não significa ser Audácia. Todo novato precisa passar pelo processo de iniciação, formado por uma série de testes violentos e potencialmente fatais, dividido em três estágios. O primeiro prioriza a preparação física; o segundo, a emocional; o terceiro, a mental. Para Tris, fracassar não é uma opção, pois a derrota significa ser uma sem facção, gente que vive na pobreza e no desconforto e está afastada da sociedade, longe daquilo que todos os grupos consideram realmente importantes, que é viver em comunidade.

 Conforme o processo de iniciação vai chegando ao final, a jovem se inteira das intrigas políticas entre as facções e percebe que a liberdade e a individualidade com as quais que ela tanto sonhava podem ter um preço alto demais, ao custo de seu próprio grupo original. Ela também entende que não é tão egoísta e inconsequente como pensava e que o altruísmo e a devoção ainda fazem parte dela. Afinal, Tris é Divergente, o que poderá salvar ou acabar com sua vida neste emocionante início da trilogia Divergente.



Título Nacional: Insurgente – Uma escolha pode te destruir 

Ano de Lançamento: 2013

Número de Páginas: 512

Editora: Rocco

Tradutor: Sem Informação


Título Original: Insurgent

Data de Lançamento: 01/05/2012

Número de Páginas: 544

Editora: Katherine Tegen Books

    Sinopse: Uma escolha pode te transformar – ou destruir você. O dia da iniciação de Tris
    Prior deveria ter sido de comemoração, vitória e cheio de emoção por ter ficado
    em primeiro lugar na classe de iniciação da sua facção,  Audácia. Em vez disso, o dia termina em horríveis e inexplicáveis ataques por meio das simulações da facção Erudição, e enquanto Tris sobrevive graças a sua Divergência, muitos que ela ama, não.

    Guerra agora parece inevitável. Embora os membros da Audácia tenham sido livres do controle mental da Erudição, o conflito entre as facções e sua ideologias está apenas começando. E nessa guerra, lados devem ser escolhidos, segredos vão surgir, e as escolhas se tornarão ainda mais irrevogáveis – e ainda mais poderosas. Transformada por suas próprias decisões, mas também pela dor assombrada, novas descobertas radicais, e uma romance que se aprofundou rapidamente, Tris deve aceitar plenamente sua Divergência, mesmo que ela não saiba o que pode perder se fizer isso.

    (traduzido por Divergente Brasil)





Título Nacional: Convergente

Ano de Lançamento: Previsto para 2014

Número de Páginas: Sem Previsão

Editora: Rocco
 
Tradutor: Sem Informação


Título Original: Allegiant

Data de Lançamento: 22/10/2013

Número de Páginas: 544 páginas

Editora: Katherine Tegen Books

    Sinopse: E se seu mundo fosse uma farsa? E se uma única revelação – como uma única escolha – mudasse tudo? E se amor e lealdade fizesse você fazer coisas que nunca esperaria?

    A explosiva conclusão do bestseller número #1 do New York Times de Veronica Roth, trilogia Divergente, revela segredos do mundo distópico que cativou milhões de leitores em Divergente e Insurgente.

    A sociedade baseada em facções em que Tris Prior uma vez acreditou está estilhaçada; fraturada pela violência e luta pelo poder e marcada pela perda e traição. Então, quando aparece uma chance de explorar um mundo fora dos limites que ela conhece, Tris está pronta. Talvez além da cerca, ela e Tobias encontrarão uma nova e simples vida juntos, livre de mentiras complicadas, lealdades questionáveis, e memórias dolorosas.
    Mas a nova realidade de Tris é muito mais alarmante do que a que ela deixou pra trás. Descobertas antigas são rapidamente esvaziadas de seu significado. Verdades explosivas mudam o coração daqueles que ela ama. E mais uma vez, Tris deve lutar para compreender as complexidades da natureza humana – e a dela mesma – enquanto encara escolhas impossíveis sobre coragem, lealdade, sacrifício e amor.”

    Contado por duas perspectivas, Allegiant, escrito pela autora #1 best-seller do New York Times, Veronica Roth, traz a série Divergente à uma conclusão poderosa enquanto revela segredos do mundo distópico que cativou milhões de leitores em Divergente e Insurgente.

    (tradução por Divergente Brasil)






Lançamento: 17 DE ABRIL DE 2014.

SOBRE O FILME DIVERGENTE:

    Em uma Chicago futurista, onde as pessoas estão divididas em cinco facções com base em suas personalidades, uma adolescente descobre que ela é divergente – uma pessoa que não se encaixa em qualquer uma das facções – e logo descobre segredos em sua sociedade aparentemente perfeita.

O filme foi gravado em Chicago, mesmo lugar em que se passa a história no livro.

O filme será lançado em IMAX: O lançamento IMAX de Divergente será digitalizado e remasterizado no sistema de qualidade de imagem e som de IMAX e patenteado pela tecnologia IMAX DMR (remasterizador digital). A imagem cristalina acoplada com a geometria do cinema IMAX e seu poderoso sistema de som criam um ambiente único que irá fazer com que o público sinta-se como se estivesse no filme.


















Fonte: Divergente Brasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui! Sua opinião é muito importante para que possamos fazer um trabalho cada vez melhor! Apenas use o bom senso e não deixe mensagens ofensivas!