terça-feira, abril 01, 2014

'Os Simpsons' mostra problemas do Brasil na Copa de 2014




Homer e sua família passam por dificuldades no País ao participar do Mundial.

A Arena Corinthians está pronta. Pelo menos é assim que o estádio de abertura da Copa do Mundo é visto no episódio de Os Simpsons, exibido pela Fox no último dia 30, nos Estados Unidos. Na atração, o personagem Homer Simpson tem a ingrata missão de ser árbitro no Mundial de 2014.

O chefe da família Simpson vem ao Brasil com Marge, Lisa, Bart e Maggie para um período de treinamento para exercer a função de juiz de futebol e conhece pontos turísticos da cidade de São Paulo como a Ponte Estaiada e a Catedral da Sé.

Escândalos de corrupção, cartazes sobre as manifestações realizadas durante a Copa das Confederações e a Floresta Amazônica sendo desmatada são temas retratados na série. Em uma das cenas, uma faixa chama a atenção. 'Bem-vindos ao Brasil! Arruaceiros, por favor tumultuem o Paraguai.'


No episódio também foi mostrado o que deve ser uma das grandes dificuldades dos estrangeiros que estarão no País para acompanhar a Copa do Mundo: O idioma. Homer precisa da ajuda de um tablet para pedir, em português, churrasco a um garçom.


Depois, o patriarca da família Simpson sofre com a pressão de mafiosos sul-americanos para manipular os resultados das partidas da Copa. Mesmo assim, não cede a pressão e o Brasil acaba perdendo para a Alemanha por 2 a 0 na grande final.


Veja um trecho do capítulo You don't have to live like a referee (Você não precisa viver como um árbitro, tradução livre).


Para homenagear os 25 anos do seriado de  tevê Os Simpsons, a produtora Twentieth Century Fox fechou parceria com diversos clubes. O último e ter seus craques retratados na forma do desenho norte-americano foi o Barcelona. Neymar, Messi, Xavi e Andrés Iniesta foram as grandes atrações. Além do clube catalão, Corinthians, Chelsea, Juventus, Zenit, Porto e Boca Juniors também possuem ações de marketing relacionadas ao programa criado por Matt Groening.






















Fonte: O Estadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui! Sua opinião é muito importante para que possamos fazer um trabalho cada vez melhor! Apenas use o bom senso e não deixe mensagens ofensivas!