domingo, maio 24, 2015

A misteriosa morte dos atores do filme Poltergeist





O filme é uma trilogia. Poltergeist (1982), Poltergeist II (1986), e Poltergeist III (1988).




Heather Michele O'Rourke (San Diego, 27 de dezembro de 1975 — 1 de fevereiro de 1988) foi uma atriz mirim estadunidense, conhecida pelo papel de Carol Anne Freeling na trilogia dos filmes "Poltergeist".



Biografia

Filha de Kathleen O'rourke e Michael O'rourke, Heather O'Rourke começou sua carreira aos 5 anos de idade. Fez participações em diversas séries de TV incluindo "Happy Days", e também em diversos comerciais do McDonald's, mas ficou conhecida mundialmente pelo filme "Poltergeist - O Fenômeno" onde atuou nas três sequências do filme. Heather também tinha uma irmã, Tammy O'rourke, que também era atriz.





Morte

Heather O'Rourke faleceu no Hospital Infantil de San Diego pouco depois do lançamento do terceiro filme da série Poltergeist, em 01 de Fevereiro de 1988, aos 12 anos.



Heather já sofria de problemas de saúde quando estava filmando "Poltergeist III - O Capítulo Final", que foi o último filme da série. Ela adoeceu de forma trágica alguns dias antes de morrer. Numa manhã ela estava se arrumando para ir ao hospital, mas ela caiu inconsciente. Seu padrasto então chamou os médicos e Heather foi levada para o hospital em estado grave. Ela morreu na mesa de operações às 14h33m. Os médicos não conseguiram identificar o motivo da doença a tempo de salvar a jovem garota. Somente depois de Heather estar falecida foi descoberto que a doença se tratava de um bloqueio intestinal. Uma cirurgia teria resolvido o problema e salvado a vida da promissora atriz.



A confusão fatal se deu por causa de um erro médico anterior. No início de 1987, Heather havia sido diagnosticada equivocadamente como sendo vítima da Doença de Crohn e esteve, assim, recebendo tratamento por cerca de um ano para controlar uma doença crônica e incurável que, na realidade, ela nunca teve. A autópsia viria a revelar que a causa da obstrução que lhe tirou a vida era uma estenose congênita, algo que seria extremamente mais simples de se tratar e curar se comparado à Doença de Crohn,que costuma perdurar por toda a vida do paciente. A cirurgia de emergência, que buscava amenizar as consequências de uma doença que nunca existiu em Heather, foi feita sob o impacto da obstrução intestinal, o que acabou por provocar-lhe um Choque séptico fatal.



Dominique Dunne

Dominique Dunne (Santa Monica, Califórnia, 23 de novembro de 1959 – Los Angeles, Califórnia, 4 de novembro de 1982) foi uma atriz estadunidense famosa pelo filme "Poltergeist - O Fenômeno". Foi substiuída pela atriz Meg Tilly.


A atriz faleceu aos 22 anos, 19 dias antes de completar 23 anos de idade, no Cedars-Sinai Medical Center, em Los Angeles, devido a um coma por cinco dias após ter sido estrangulada por seu ex-namorado, John Thomas Sweeney, insatisfeito com o fim do namoro.



Carreira

Artista do cinema norte-americano que interpretou a jovem Dana, uma das filhas de um casal da Califórnia que é perseguida por almas do outro mundo no filme "Poltergeist - O Fenômeno", em 1982.

Dunne participou também de Reflexo do Desamor (The Day the Loving Stopped), em 1981.

Morte

A atriz, que nunca tivera namorados antes, apaixonou-se por John Thomas Sweeney, um ajudante de cozinha que trabalhava no Ma Maison, um dos melhores restaurantes de West Hollywood. Dominique levou-o a Nova York para conhecer seus pais e na ocasião ele revelou seu temperamento explosivo num acesso de ciúmes, mostrando-se possessivo e tentando afastá-la de seus amigos.

Com o sucesso no cinema, a carreira da atriz havia deslanchado e ela recebeu uma proposta para atuar num seriado de TV ao lado de Tom Selleck, entretanto o namorado não gostou. Em 26 de agosto de 1982, durante uma briga, ele bateu a cabeça da atriz contra o chão e ela fugiu para a casa da mãe.

Exatamente um mês depois, em 26 de setembro, ela foi novamente agredida e pôde até dispensar a maquiagem para fazer uma adolescente espancada num episódio de Hill Street Blues. Depois desse segundo ataque, Dominique percebeu a insanidade do namorado e começou a se esconder, mas ele conseguiu um contato pelo telefone.

Ela, então, declarou-lhe que havia decidido pela separação definitiva, o que John não aceitou. O rapaz invadiu sua casa e estrangulou-a, deixando a atriz em coma durante alguns dias, e falecendo posteriormente.

John permaneceu na prisão durante apenas três anos, para desconsolo da família e dos amigos de Dominique.

 



Will Sampson (53 anos) - morreu em 3 junho 1987 em um hospital de Houston após ter recebido um transplante de coração 6 semanas mais cedo. A causa de sua morte foi atribuída à infecção pós-operatória.


Julian Beck (60 anos) - morreu do câncer do estômago em 14 setembro 1985 no hospital de Sinai da montagem em New York. Ele obteve dispensa por um período entre o primeiro e o segundo filme. Sua morte não era inesperada pois já estava com câncer há 18 meses.










Veja nos cinemas a versão 2015 do filme Poltergeist!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui! Sua opinião é muito importante para que possamos fazer um trabalho cada vez melhor! Apenas use o bom senso e não deixe mensagens ofensivas!