quinta-feira, julho 02, 2015

Festa Junina, valorizando a cultura regional




Por Leonardo Arruda


Há 37 anos, os vizinhos da Rua Áquila onde mora dona Judith, hoje conhecida como Tia Judith. Reuniram-se com o intuito de realizar uma festa, como em todos os bairros de Goiânia as pessoas têm o habito de sentar-se à porta de suas casas no cair da tarde e ficarem jogando conversa fora, em um desses bate papos surgiu a ideia de se reunirem e comemorarem aniversários das crianças e das pessoas daquele período do mês, cada um estava encarregado de trazer um prato ou preparar alguma coisa para que a festa tivesse vida. E ideias não faltavam. Todos, crianças e adultos tinham sua função no evento, bandeirolas eram feitas de jornal, as roupas eram remendadas com tecidos velhos, e chapéus eram improvisados de acordo com a criatividade de cada um. Em uma das ultimas reuniões, decidiram que antes da festa eles deviam rezar um terço, em agradecimento ao evento que ia se realizar. E que esse evento durasse por sete anos. A primeira festa foi um sucesso, bolos de fubá, milho cozido, pamonha e muita pipoca animaram a criançada e os adultos presentes, que no mesmo dia já programaram a nova festa no ano seguinte. E assim foi, a festa foi crescendo e já não comportava mais na porta da casa da Tia Judith. Nos anos seguintes as bandeirolas de jornal deram espaço as de papel de seda, as roupas modestas, já eram de chita engomada, e a rua teve que ser fechada para abrigar as pessoas que queriam participar do evento. Vencendo os sete anos, alguns vizinhos deixaram de fazer a festa; mas Tia Judith não, arregaçou as mangas e partiu em busca de patrocínios e modernizou a festa. Barracas foram montadas com bambus, e alugadas para quem quisesse arrecadar uma graninha extra, meninas e meninos empolgados vendiam rifas e carnes a fim de serem reis, rainhas, príncipes e princesas da festa. Hoje com 37 anos de tradição a festa já virou referencia na região sudoeste de Goiânia, Tia Judith ainda batalha para manter a festa, mas conta com parceiros fieis amigos, comerciantes, vizinhos e família.



As apresentações infantis ainda enchem os olhos dos pais de alegria e orgulho, os adultos também dançam, e agora conta com a tradicional quadrilha profissional, Tradição e Luar do Sertão, e ainda a mais esperada do ano, a quadrilha dos travestidos. Neste ano contará com uma apresentação diferenciada: no sábado dia 04 terá a apresentação da Rainha do Forró cantora Marcya DeLukas e Ray dos Teclados, além da tradicional Quadrilha Profissional Tradição e no Domingo dia 05 Show com a dupla João Matos e Mateus e a quadrilha Luar do Sertão.




Data: dias 04 e 05 de julho de 2015

Horário: 19:00h

Local: Rua Áquila, Vila Alvorada (próximo ao Term. Bandeiras)

Entrada Franca

Programação

37° Arraia da Tia Judith


04/07 – Sábado

Apresentação da Quadrilha Mirim (improvisada)

Apresentação da Quadrilha Tradição

Show com Márcya Delukas e Ray dos Teclados com Participação especial de Anderson Cleiton


05/07 - Domingo

Apresentação da Quadrilha Luar do Sertão

Show com a dupla João Matos & Mateus e participações especiais.











Fonte: Guia Comercial Sudoeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui! Sua opinião é muito importante para que possamos fazer um trabalho cada vez melhor! Apenas use o bom senso e não deixe mensagens ofensivas!